Depois da Vida – Foi um sucesso!

O Programa “Depois da vida” que estreou ontem á meia noite na TVI bateu todos os recordes de audiências, pois ha semanas que não se falava de outra coisa senão a estreia deste novo programa. E na minha opinião foi realmente um grande sucesso e muito comovente.

No grande jogo da vida, quem parte, apenas deixou de ser visto. Ninguém sabe de facto quem nos acompanhou e quem nos acompanha. É neste sentido de procura e descoberta do caminho, ainda que de dúvida, para os que nos são queridos, que surge então o programa “Depois da Vida”.
Neste talk-show conduzido então por Júlia Pinheiro, é a médium Anne Germain que traduz o que ninguém ouve, a não ser ela: memórias e pensamentos de entes queridos sobre os quais continuamos a pensar e o enquadramento técnico é proporcionado pelo psicólogo Pedro Frade. Aceitaram participar como convidados especiais Moita Flores, Ruy de Carvalho e Marina Mota.
Ao longo de três programas, lágrimas, emoção, muito alívio e para aqueles que aceitaram participar, um bem estar final da mensagem que foi recebida.
Deixo aqui os videos, por ordem, do primeiro programa que arrebatou todas as expectativas.
(O PROGRAMA JÁ TERMINOU DEVIDO A ISSO NAO SERÃO ENVIADOS MAIS CONTACTOS PARA INSCRIÇÃO NO MESMO.)

(Por não me ser possivel por questões de tempo enviar o contacto a toda a gente que me pede para participar no programa ” Depois da vida” deixo aqui os contactos necessários: )

depoisdavidal@planetaideal.pt

Contacto da Tvi:
 
Via Telefone
   Tel.: +351 21 434 75 00
Fax: +351 21 434 76 54

Via Postal
   Rua Mário Castelhano, 40
      Queluz de Baixo
   2734-502 Barcarena
          Portugal

Via Correio Electrónico
   Email geral: relacoes.exteriores@tvi.pt

Via Internet
   Endereço Geral: http://www.tvi.iol.pt
 

Contacto da Anne Germain: annegermain@planetaideal.pt

 

Achas que sabes dançar? – Brevemente!

E depois do Ídolos? A SIC já tem novos projectos: outro concurso de talentos, mas desta vez na área da dança. O programa deverá chegar à antena em Abril e deverá ser produzido pela Endemol.

O formato em causa está ainda no segredo dos deuses, mas poderá ser ao estilo do programa americano So You Think You Can Dance, que está actualmente a ser transmitido pelo canal por subscrição Fox Life.

Neste programa, dos mesmos criadores de American Idol (autores de Ídolos), Simon Fuller e Nigel Lythgoe, o princípio é semelhante ao concurso de música: encontrar um verdadeiro talento nas pistas de dança. Nos Estados Unidos, onde o concurso vai na sua sétima temporada, são organizados castings a nível nacional. Candidatam-se pessoas de todos os géneros e com todo o tipo de formação: dos mais autodidactas aos mais profissionais. Todos os estilos são permitidos e não faltam candidatos a “cromos”.

Depois de escolhidos, os concorrentes participam em galas que decorrem em Las Vegas, prestando provas em vários estilos de dança – do clássico ao contemporâneo, passando pelo hip hop e pelas danças de salão. Os concorrentes formam pares que se mantêm até saírem os dez primeiros. A pessoa menos votada é eliminada da competição e quando restam dez a concurso os pares são escolhidos à sorte.

O êxito do formato estende-se a vários outros países, como Nova Zelândia, Turquia, Israel, Canadá, Alemanha, Grécia, Polónia, Malásia, Noruega, Holanda, África do Sul e Austrália.

Os formatos de dança não são estranhos ao director de Programas da SIC, Nuno Santos. Quando exercia as mesmas funções na RTP1, introduziu na grelha o programa Dança Comigo, adaptação de Dancing with the Stars, que também foi produzido pela Endemol. Embora com características diferentes – os concorrentes eram famosos e não existia uma verdadeira concorrência -, é também a pista de dança o centro do programa.

Por cá o programa estreará em Abril e decerteza que teremos muitas rizadas mas também muitos profissionais a actuarem.

Heidi, Recordações!

Heidi é uma história sobre a vida de uma menina órfã da Suíça escrita como livro infantil em 1880 pela escritora suíça Johanna Spyri.

Em Portugal, a história adquiriu tamanho sucesso, que o desenho animado da Heidi (desenho animado) foi vendido em cassetes junto com o desenho de «Marco», que não conhecia Heidi, mas cujas histórias estavam sempre relacionadas com as dela.

História de Heidi:

Heidi tinha 5 anos quando perdeu seus pais e foi morar com sua tia. Porém houve uma crise e a tia não poderia mais sustentar a menina então resolveu deixá-la com o avô, da parte do pai. Ele era um homem frio e carrancudo que cuidava de cabras no alto dos alpes. Trabalhava com ele um menino chamado Peter. Na subida à casa do avô Heidi conheceu Peter e já viraram grandes amigos. A tia deixou a menina na casa do velho e lá ela dormia no feno. Mas o jeito de ser de Heidi acabou por quebrar o gelo do coração do velhinho. Quando todos já podiam ver a diferença nele a tia voltou e levou Heidi, contra a vontade, para a casa onde morava Clara. Clara era uma garota loira que não podia andar. O tempo passou e elas viraram melhores amigas, porém Heidi adoeceu por saudades dos alpes. A doença da protagonista foi tão séria que a tia teve de levar a garota de volta para que não morresse, mas Clara sentiu saudades e foi visitá-la. Com ciúmes, Peter jogou a cadeira de Clara monte abaixo. Nisso Heidi mostrou mais uma vez o quão especial era. Ela ensinou Clara a andar, realizando um milagre.

O que a maior parte das pessoas não sabem é que a história de Heidi é baseada em factos reais e rendeu ao longo dos anos filmes e desenhos animados de sucesso.

Nunca é tarde demais – Mais um sucesso!

“Nunca é tarde demais” conta-nos a história de dois homens: Edward Cole (Jack Nicholson), um executivo multimilionário e Carter Chambers (Morgan Freeman) um mecânico da classe operária que teve que abandonar os estudos quando a mulher lhe anunciou que estava grávida do primeiro filho do casal. Os dois vivem em mundos completamente diferentes, mas um dia, por força do destino acabam dividindo o mesmo quarto de um hospital onde descobrem que além do mesmo prognóstico médico; no máximo um ano de vida, eles tem um outro ponto em comum: um desejo de utilizar o tempo que lhes resta a fazer tudo aquilo que sempre desejaram e uma necessidade inconsciente de se aceitar tal como são.

Os dois juntos partem quando têm alta do hospital e resolvem colocar em prática o que um dia um professor de filosofia de Carter lhe sugeriu: uma lista de todas as coisas que gostaria de fazer antes de morrer…e executá-las, claro. Então embarcam numa viagem única que os leva do Taj Mahal aos melhores restaurantes e a um sórdido salão de tatuagens. À medida que riscam pontos, descobrem que nunca é tarde para aproveitar a vida ao máximo.

Apesar do final triste que tem o filme, está inserido nele uma grande lição de vida e na minha opinião é um filme que todos deveriamos ver. Fica aí o trailer para quem quiser espreitar o filme.

Vem brincar, até á Rua Sésamo!

“O Sol nasceu. Como está lindo o céu. Cá vou eu, vem tu daí também. Aprender como se vai até à Rua Sésamo”. Certamente que conhece esta letra. E quem não se lembra ainda do Egas e Becas, os amigos inseparáveis que entretinham muitas crianças? Para não falar do monstro das Bolachas, que tal como o nome indica não pensava senão em bolachas, e do Poupas, o famoso pássaro amarelo, que por cá ganhou a cor laranja, que fazia as delícias dos espectadores mais novos.

Rua Sésamo, é a versão portuguesa do programa infantil de televisão americano Sesame Street, produzido pela RTP em 1989. Este programa tinha como finalidade entreter as crianças mais novas, e também era pedagógico na medida em que existiam várias apresentações alusivas, ao alfabeto, aos números, às cores, e às formas, e em algumas sequências o apelo à tolerância étnica. A Rua Sésamo era sem dúvida um programa educativo muito amigável.

Desde a oficina do André, até à casa da Avó Chica, passando pela livraria do Zé Maria e pela loja do Senhor Almiro, toda a Rua Sésamo estava sempre animada. Entre as personagens principais, estavam o famoso Poupas que andava sempre à procura de algo para fazer, o Ferrão que estava sempre a arranjar problemas ou a tentar provar que o seu maravilhoso vegetal, o “agripino” é comestível, e finalmente, a sempre simpática gata Tita, que passava a vida na oficina do André ou na casa da Avó Chica, embora também gostasse de dar um pulo à livraria do Zé Maria. O programa Rua Sésamo fez as delícias dos mais novos e não só, sendo vista como uma das melhores séries pedagógicas dos últimos vinte anos.

A Rua sésamo faz este ano 41 anos! E a música do seu genérico ficou no ouvido de todos os portugueses e parte da minha infância igualmente. Aqui fica o genérico desta grande série da minha infância.

Ana Bloom, A Verdadeira Voz!

Pois é, como todos sabem têm decorrido nos morangos vários momentos músicais na qual alguns dos protagonistas cantam ou interpretam músicas bastante originais. Mas meus amigos não se deixem enganar, porque apesar de algumas musicas serem cantadas talvez pelos proprios protagonistas, por outro lado outras são interpretadas pelos proprios criadores dessas músicas.

Um dos casos é Ana bloom, cantora (muito original por sinal) que canta o tema “Oh Baby!” e que durante o decorrer de Morangos com açucar, essa propria musica é cantada pela actriz Sara Matos. Pois bem, não é Sara Matos que dá voz á musica (nao desfazendo da linda voz da bonita rapariga), mas sim é cantada por Ana Bloom.

Conheçam um pouco desta grande cantora revelação e que vai dar que falar! Deixo aqui o site oficial da cantora www.anabloom.pt e o videoclip deste hit.

Ghost Whisperer – “Entre vidas”

Na minha opinião, a minha serie favorita sem duvida, que faz prender qualquer um ao ecrã e na qual me emocionei em vários dos episodios que tenho acompanhado e que por final tenho aprendido muito tambem. Vejam não se iram arrepender.

 

Ghost Whisperer (Em Contacto na Fox Life e Entre Vidas na SIC) é uma série dramática americana criada por John Gray e duas vezes nomeada para um Emmy Award. A acção segue a vida de Melinda Gordon, uma jovem mulher que consegue comunicar com espíritos. Além de Jennifer Love Hewitt, que interpreta a protagonista, o programa conta também com as participações de actores como David Conrad, Camryn Manheim, Jay Mohr e Aisha Tyler.

Ghost Whisperer estreou na CBS a 23 de Setembro de 2005 e encontra-se actualmente renovada para a sua 5ª temporada, que se estima que será composta por 22 episódios.

No Brasil estreou a 7 de Novembro de 2005, no Sony Entertainment Television, e em Portugal no dia 10 de Agosto de 2006 tendo, desde a estreia liderado sempre no seu horário de exibição, na Fox Life de Portugal.

A citação seguinte apareceu em todos os episódios da primeira e segunda temporadas, e foi referida sempre por Jennifer Love Hewitt que interpreta a personagem principal da série:

Cquote1.svg O meu nome é Melinda Gordon. Acabei de me casar. Mudei-me recentemente para uma pequena cidade. Abri uma loja de antiguidades. Sou uma pessoa como qualquer outra. Excepto que desde a minha infância que sei que falo com os mortos. Espíritos terrenos, era assim que a minha avó os chamava. Para contar-lhes a minha história, terei de contar a deles.

 

SINOPSE:

Melinda Gordon é uma jovem mulher casada que consegue comunicar com os espíritos terrenos de pessoas que morreram. Ela vive com o seu marido Jim Clancy e é a proprietária da loja de antiguidades “Tal Como Nunca Fui”. Os fantasmas que procuram a ajuda de Melinda pretendem enviar uma mensagem ou completar uma tarefa que irá colocar o seu espírito em repouso, e assim permitir-lhes atravessar para a Luz, uma metáfora para a ideia de Paraíso. Mas, estas mensagens são por vezes confusas e intensas. Como resultado, Melinda encontra por parte dos vivos muito cepticismo, mas consegue que o seu talento seja uma mais valia para ajudar tanto os espíritos como as pessoas que estes querem contactar.

RESUMO DA SÉRIE (para todos os fans “Ghots whisperers”):

1ª Temporada:

A 1ª temporada introduz Romano, um antigo chefe religioso da Europa que influenciou os seus seguidores a cometer um suicídio em massa em 1930. O seu próprio suicídio transformou-o num espírito terreno negativo. Durante toda a temporada, Romano vai fazendo aparições a Melinda para a assustar. Isto porque o seu objectivo é fazer exatamente o oposto que a jovem, e assim impedir que as almas terrenas façam a passagem para a Luz.

2ª Temporada:

Na 2ª temporada, Melinda conhece Delia Banks, o seu filho Ned Banks, e o professor Rick Payne, os quais, virão a conhecer a existência do dom de Melinda até ao fim da temporada. Cada personagem, dependendo da sua personalidade, dá origem a reações contrastantes. Esta temporada gira em torno da fina linha que existe entre o mundo dos vivos e o dos mortos. Melinda conhece um homem, cuja chegada a Grandview determina os eventos finais de uma desastrosa profecia que está em movimento, bem como o reforço do lado Negro sobre a Luz. Na qual Melinda acaba morrendo no ultimo episodio da temporada, mais é ressucitada por 4 crianças que sobreviveram aos 4( ou 5) desastres que mataram mais pessoas.

3ª Temporada:

Depois de se aperceber que Gabriel Lawrence, o cruel homem que conheceu na temporada anterior, pode ser seu irmão, na 3ª temporada, Melinda procura na sua história familiar respostas às confusas questões que invadiram a sua mente. À medida que ela fica mais perto da verdade, mais perto de aprender o segredo de seu dom, da sua infância e do seu pai que a abandonou quando era pequena, Melinda entra numa jornada perigosa.

4ª Temporada:

Na 4ª temporada, Melinda conhece Eli James após um incêndio na Universidade Rockland e diz adeus ao seu grande amigo Rick Payne, que deixa Grandview seguindo rumo a uma viagem de investigação. Depois de viver a sua própria tragédia familiar com a morte do seu marido, Melinda descobre que a sua vida nunca mais será igual. Nesta temporada, depois de o seu amor por Jim receber uma segunda oportunidade, ela descobre que está grávida.

(Para quem é fan desta série e quer fazer download de todos os episódios desde a primeira temporada até quinta, vai a www.portugalseries.net e procura por “Ghost whisperer”)

 

Laranja Irritante – Hey Maçã!

Aqui está mais um episódio da Laranja irritante, neste caso tentado chatear a pobre maçã e parece-me que a pêra tambem não se escapou no final!

Filipa Azevedo – “Há dias assim”

Filipa Azevedo foi a vencedora da 46.ª edição do Festival da Canção, cuja final se realizou no Campo Pequeno, em Lisboa, apresentado por Sílvia Alberto e transmitido pela RTP 1. A cantora, que ganhou com o tema ‘Há Dias Assim’, vai, representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção, que este ano se realiza em Oslo, na Noruega.

Filipa Azevedo foi acompanhada ao piano por Augusto Madureira, jornalista da SIC, que é também o autor da música e da letra. “Tenho a certeza que a SIC votou em mim”, afirmou o compositor.

O 46.º Festival da Canção trouxe duas novidades: a realização e transmissão em alta definição (HD) e o sistema de eliminitórias realizado em duas semi-finais, que decorreram na terça e na quinta-feira, e a grande final, ontem, todas elas realizadas em directo a partir do Campo Pequeno.

A Laranja Irritante

A Laranja irritante (annoyng orange) tem sido um grande sucesso por todo o mundo e como nao podia deixar de ser começou nos Estados Unidos. Os episódios são de curta duração mas a irritante laranja quando abre a boca irrita qualquer tipo de coisa que se lhe apareça a frente, confundindo sempre com uma fruta ou vegetal ou apenas ridicularizar a situação.

Ela é mesmo Irritante! Fica aí um video da laranja irritante e o seu encontro com o Pai natal. Vou voltar a postar alguns videos desta pequena fruta irritante que so apetece cortá-la ao meio!