Sara Norte acusada!

“Foram verdadeiros actos de vandalismo. Abriu buracos nas portas, arrancou cabos eléctricos, entupiu tubos de canalização, escreveu nas paredes, partiu o mobiliário, vidros, enfim… Um cenário impressionante e chocante”. Foi assim que Sara Norte deixou a casa que arrendou em Benfica, Lisboa, em 2010. Na altura, a proprietária do imóvel ameaçou levá-la a tribunal. A promessa foi cumprida e a primeira audiência estava marcada para o passado dia 3 de Fevereiro, tendo sido adiada para Junho.

“Agora nem sabemos se esta data se manterá, uma vez que ela se encontra detida [por ter sido apanhada com 800 gramas de haxixe em Espanha]. O mais provável é ela alegar que a sua presença é imprescindível para a defesa neste processo”, começa por revelar Ricardo Figueiras, o advogado de acusação.

Neste caso, Sara Norte, de 26 anos, é acusada de danos, mas também de abuso de confiança, já que durante os seis meses que habitou a casa nunca pagou a renda, no valor de 500 euros mensais. “O contrato foi celebrado em Dezembro de 2009. Na altura, a Sara Norte trabalhava na Caixa Geral de Depósitos com a sobrinha da proprietária da casa. Por ser conhecida de uma familiar, a minha cliente depositou nela toda a confiança. No entanto, pouco tempo depois começaram a surgir queixas dos vizinhos pelo barulho”, partilha o causídico. Até que o contrato acabou. “A Sara nunca devolveu a chave do imóvel. Simplesmente abandonou-o. Quando a proprietária lá chegou viu que tinha sido tudo destruído deliberadamente. A casa ficou inutilizada, devastada”.

 

INDEMNIZAÇÃO DE 10 MIL EUROS

 

Na altura, a filha de Vítor Norte e Carla Lupi conciliava o trabalho no banco com o de barmaid num bar de alterne e partilhava a casa com amigos, que terão sido os responsáveis pelos actos de vandalismo.

 

“Quando aconteceu o escândalo [trabalhar num bar de striptease] fui para casa da minha mãe e eles disseram-me que não tinham onde ficar e se eu os poderia deixar lá mais tempo. Pedi à senhoria e ela autorizou. Quando ela chegou lá a casa viu que estava vandalizada, não havia frigorífico, fogão… Já viviam comigo há um ano, eram pessoas de confiança…”, justificou a jovem ao CM em 2010, acrescentando: “A senhoria ficou com problemas comigo, porque o contrato estava em meu nome, mas ela sabe que não fui eu. Contudo, se acontecer alguma coisa terei de ser eu a responder”.

 

O caso avançou mesmo para tribunal e a senhoria quer que a ex-actriz seja responsabilizada por todos os prejuízos.

 

“A casa estava arrendada à Sara Norte e é ela que tem de ser responsável pelo que se passou”, explica o advogado.

 

Além de incorrer numa pena que poderá atingir os três anos de prisão, Sara Norte poderá ter que pagar uma indemnização. “O prejuízo ascende aos 10 mil euros”, explica.

 

Apesar de ter vivido temporariamente com a mãe, Sara Norte decidiu mais uma vez afastar-se dos pais e voltou a morar sozinha. Depois de ter passado por várias casas, a actriz chegou à Serra da Luz, na Pontinha, onde foi viver com uma amiga. No entanto, a falta de trabalho e, consequentemente, de dinheiro fizeram com que fosse expulsa do imóvel. No final do ano passado, Sara Norte apaixonou-se por um rapaz 11 anos mais novo e foi morar para casa dos pais dele, também na Serra da Luz. A sua última morada antes de ter sido detida, a 6 de Fevereiro, em Algeciras, Espanha.

 

Com 800 gramas de haxixe no estômago, que terá adquirido em Marrocos, suspeita–se que o destino da droga fosse o tráfico.

 

Depois dos tempos áureos, quando integrava o elenco da série ‘Médico de Família’, da SIC, a vida de Sara Norte deu uma volta de 180 graus. Revoltada com a exposição mediática dos seus pais, quis afastar-se do mundo da televisão e da fama e nos últimos anos enfrentou várias vezes o problema do desemprego.

 

Há dez anos viu o seu pai assumir um romance com Cláudia Cadima, em directo, no ‘Big Brother’, pouco tempo depois de se ter separado de Carla Lupi. Foi aí que começou a destruição da sua família. A relação com os pais nunca mais foi a mesma e cedo saiu de casa. O irmão, Diogo Norte, hoje com 21 anos, foi consigo.

Sem acompanhamento, o jovem também se envolveu com drogas e está a braços com a Justiça por ter sido encontrada uma plantação de canábis em sua casa.

 

O futuro de Sara Norte será decidido esta terça-feira, quando for ouvida pelo juiz do Tribunal de Algeciras. A actriz poderá voltar para Portugal e aguardar o julgamento em liberdade, ou então ficar na prisão de Botafuegos.

 

Atendendo ao tipo de droga e à quantidade apreendida, Sara incorre numa pena de até seis anos de prisão efectiva.

AGUARDA JULGAMENTO

Sara vai ser presente a juiz na próxima terça-feira e só nesse dia ficará a conhecer a data do julgamento. A defesa irá, no entanto, tentar que a jovem aguarde a sentença em liberdade. No caso de continuar detida, já fez saber que pretende cumprir a pena em Espanha.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s